GOVERNO ESTADUAL ANALISA DEMANDA DA PREFEITURA PARA VOLTA AS AULAS PRESENCIAIS

Uma demanda apresentada pelo prefeito Daniel Alonso, durante a 8ª Reunião do Conselho Municipalista na manhã desta quarta-feira, dia 17, já está sendo analisada pelo Governo do Estado de São Paulo.

Na reunião, comandada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o chefe do Executivo mariliense chamou à atenção pela necessidade do governo analisar um possível retorno das aulas presenciais durante o segundo semestre, principalmente com relação às creches municipais.

“A nossa preocupação é com as mães que trabalham no comércio e em outras atividades e não têm onde deixar os seus filhos, principalmente os bebês. Por isso, apresentei à equipe técnica do governador essa possibilidade da volta do funcionamento das creches municipais e também da pré-escola, evidentemente com todos os cuidados e segurança recomendados pelos órgãos de saúde”, afirmou Daniel Alonso.

Já no período da tarde o governador João Doria se manifestou sobre o assunto, durante entrevista à rádio BandNews FM de São Paulo.

“Na semana que vem, o secretário Rossieli Soares (estadual de Educação), que está se recuperando da Covid-19 e, felizmente, está se recuperando bem, vai anunciar provavelmente na quarta-feira, dia 24, um novo calendário escolar presencial. A volta às aulas será segura e no momento correto e será anunciada no próximo dia 24 pelo próprio secretário Rossieli”, informou João Doria.

Em Marília, o Programa Educação em Casa, realizado pela Prefeitura, em parceria com a Fundação Univem (Centro Eurípides Soares da Rocha), vem funcionando perfeitamente e amplamente aprovado pelos pais, com os alunos tendo aulas e atividades online.

fonte: Assessoria de Imprensa PMM