PREFEITURA DE MARÍLIA REALIZA AÇÕES DE PRESERVAÇÃO DA FAUNA SILVESTRE

A Prefeitura de Marília, em parceria com a Polícia Militar Ambiental e Concessionária Transbrasiliana e Unimar (Universidade de Marília) realiza ações de proteção à fauna silvestre local, através de resgates e cuidados com animais vítimas de aprisionamentos, atropelamentos em rodovias ou queimadas urbanas.

Através de parceria com a concessionária Transbrasiliana, a prefeitura de Marília, foi construído no Bosque Municipal um prédio para abrigar um Hospitall Veterinário com infraestrutura para realizar os cuidados aos animais silvestres vítimas de atropelamentos na rodovia. Após os devidos tratamentos, são soltos em seu habitat natural, em áreas de preservação na região.

Em parceria com a Unimar a prefeitura mantém um Ambulatório Veterinário no Bosque Municipal Rangel Pietrarróia que também recebe de animais silvestres vítimas de queimaduras provocadas por incêndios em matas, principalmente em beiras de rodovias, ou de animais que sofrem maus tratos ou aprisionamentos, resgatados pela Polícia Militar Ambiental. As espécies passam pelos cuidados médicos da veterinária Melissa Campitelli Ferreira, com posterior soltura, quando o caso permitir, em áreas de preservação ambiental na região de Marília.

Segundo o Secretário do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, este trabalho visa cuidar da fauna silvestre, preservando o banco genético, permitindo o equilíbrio entre as espécies que compõem o ecossistema característico da nossa região Os animais domésticos recebem tratamentos semelhantes, realizado pela empresa Zangrossi, através de resgates, cuidados e adoções em feiras organizadas pela empresa com apoio do poder público.

“Quando assumimos a secretaria, percebemos a necessidade de maiores cuidados com os animais da nossa fauna. Inclusive, este era um apelo feito pelas ONG’s de protetores de animais, que lutam bravamente pelos cuidados de todas as espécies, mas não dão conta da demanda. Atualmente, realizamos estes trabalhos que zelam pelos cuidados e preservação dos nossos animais, onde já podemos verificar os resultados positivos com a observação de raríssimos casos de animais errantes pelas ruas, e a redução dos casos de leishmaniose, antes comuns na cidade”.

Denúncias sobre animais silvestres aprisionados ou vítimas de maus tratos podem ser feitos diretamente na Polícia Militar Ambiental, e o resgate de animais domésticos podem ser informados através do telefone 193.

 

fonte: Comunicação PMM