CORONAVÍRUS CONTINUA AVANÇANDO POR TODO O PLANETA

MORTES POR CORONAVÍRUS NO IRÃ CONTINUA A SUBIR

O número de mortos pela covid-19 no Irã se aproximou de 10 mil após mais 133 novos óbitos registrados nas últimas 24 horas, informou o Ministério da Saúde iraniano. Isso confirma a reversão de uma queda das cifras diárias à medida que o país relaxa as medidas de isolamento.

Houve 2.531 novas infecções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o que eleva o total de casos a 212.501, e o de mortes a 9.996, disse o ministério nessa quarta-feira (24).

Autoridades de alto escalão vêm alertando que as restrições serão retomadas se os regulamentos de saúde impostos para conter uma disparada de casos, como o distanciamento social, não forem observados.

PORTUGAL VOLTA A IMPLEMENTAR MEDIDAS DE LOCKDOWN EM LIBOA 

Moradores de diversas regiões da grande Lisboa terão de voltar para dentro de casa a partir da semana que vem, enquanto autoridades portuguesas lidam com uma preocupante onda do novo coronavírus nas periferias da cidade, anunciou o governo nessa quinta-feira (25). 

Pessoas que vivem em áreas afetadas da capital – que representam um total de 19 regiões que não incluem o centro de Lisboa – poderão deixar suas casas apenas para comprar produtos essenciais, como alimentos e medicamentos, e para se deslocarem ao trabalho.

TEXAS SUSPENDE REABERTURA DEVIDO A AUMENTO DE CASOS 

O governador do Texas, Greg Abbott, disse nessa quinta-feira (25) que está suspendendo temporariamente a reabertura gradual do estado norte-americano devido a um salto recente de infecções e de hospitalizações decorrentes da covid-19.

O Texas, segundo maior estado dos Estados Unidos em população, teve um dos piores surtos nacionais do novo coronavírus, registrando mais de 5 mil novos casos por três dias seguidos e batendo recordes sucessivos de hospitalizações de covid-19 durante 13 dias consecutivos.

COLÔMBIA: 1ª MORTE POR COVID-19 ACONTECEU ANTES DO QUE SE PENSAVA 

A primeira morte por covid-19 na Colômbia aconteceu em meados de fevereiro, mais de uma semana antes de o país andino registrar oficialmente seu primeiro caso da doença, anunciou a agência de estatísticas do governo nessa quinta-feira (25). 

O país relatou o primeiro caso da doença no dia 6 de março, e o que pensava ser sua primeira morte – a de um taxista de 58 anos na cidade de Cartagena – no dia 21 de março. 

Cerca de 40% das mortes por covid-19 no trimestre foram registradas na capital Bogotá, enquanto as províncias de Valle del Cauca e Bolívar apresentaram 23% e 10% dos óbitos, respectivamente. 

A província de Antioquia, onde fica a segunda maior cidade do país, Medellín, notificou cerca de 59% das mortes de pessoas com suspeita da doença, segundo o departamento.