PROTESTOS FAZEM EPISÓDIOS DO 8º ANO SEREM REESCRITOS EM BROOKLYN NINE-NINE

O movimento Black Lives Matter vem protestado contra a violência policial e abordagem abusiva de agentes contra cidadãos negros nos Estados Unidos e, após receber grande atenção da mídia, começa a influenciar o retrato da polícia na TV.

Enquanto os realities Cops e Live PD foram cancelados depois de anos no ar, Brooklyn Nine-Nine descartou roteiros de quatro de seus episódios de sua oitava temporada para escrever capítulos que abordem melhor o momento do país (via TV Guide).

Em um de seus episódios anteriores, Brooklyn Nine-Nine chegou a abordar o racismo praticado pela polícia em que Terry, o personagem de Crews, foi alvo da ação abusiva de um outro policial.

Tocar em assuntos mais sérios não é uma novidade para Brooklyn Nine-Nine. Em 2017, o episódio “Moo Moo”, da quarta temporada, abordou problemas raciais e violência policial, enquanto “He Said, She Said”, do sexto ano, falou sobre abuso sexual no ambiente de trabalho.

Por fim leia O Mariliense

fonte: Omelete