CUIDANDO DO MEIO AMBIENTE CIDADE PREPARA AÇÕES PARA DESCARTE CONSCIENTE DO LIXO

Em fase final de construção, os Ecopontos servirão como locais para entregas voluntárias de materiais recicláveis ou reutilizáveis, a serem gerenciados em parceria entre o poder público e as cooperativas de catadores conveniadas, e estão previstos para funcionarem ainda em 2020.

Hoje Marília já possui diversos pontos de recebimento de materiais passíveis de reciclagem ou reaproveitamento, visando cuidados ambientais em promoção à sustentabilidade e inclusão social no município.

O objetivo da reciclagem ou reutilização é reduzir a extração de matéria prima diretamente do meio ambiente, evitando danos às áreas suscetíveis de exploração comercial. Assim, busca-se reaproveitar o material já existente, reutilizando os insumos para a produção de novos produtos que necessitam da mesma matéria prima para sua fabricação.

Diversas empresas e instituições já realizam a coleta de materiais recicláveis ou reutilizáveis na cidade, colaborando com a captação destes itens nocivos ao meio ambiente, quando descartados de forma incorreta, reaproveitando materiais na produção de novos insumos a serem reutilizados no setor industrial.

Periodicamente a prefeitura está publicando exemplos de materiais que podem ser encaminhados para reciclagem ou reuso, e os pontos de coleta existentes. Hoje a população vai saber onde descartar:
Pilhas, Lâmpadas e Baterias

Esses materiais são altamente nocivos ao meio ambiente, contendo cádmio, chumbo e mercúrio, por exemplo, e contaminam o solo e o lençol freático. São resíduos que necessitam de tratamento especial após seu esgotamento, e devem ser retornados aos fabricantes.

Conforme orienta a Política Nacional de Resíduos Sólidos, sob Lei 12.305/10, a responsabilidade da realização da Logística Reversa cabe aos geradores, tendo a empresa que comercializa estes itens participação direta nestes trabalhos, recebendo os produtos entregues pelos consumidores, mantendo o armazenamento de forma adequada, até seu envio para destinação final às fábricas e fornecedores.

Em Marília, a Logística Reversa é regulamentada através da Lei 7074, de 16 de março de 2010, e seu descumprimento acarreta em multas e demais penalidades previstas.

Informações sobre a Logística Reversa de pilhas, lâmpadas e baterias, bem como orientações sobre a citada Lei, poderão ser obtidas através do telefone 3402-6000 – Fiscalização de Posturas.

 

fonte: Comunicação PMM