MARÍLIA VOLTA A FASE LARANJA E VIRA EXEMPLO A SER SEGUIDO PELO ESTADO

A 17ª Reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, ocorrida na tarde desta sexta-feira, dia 10 de julho, o prefeito Daniel Alonso destacou que o trabalho que o Estado vai começar a desenvolver (projeto piloto) em algumas regiões, vem sendo realizado desde março no início da pandemia pela cidade de Marília.

Dentre as ações está o inquérito epidemiológico realizado pela Vigilância Epidemiológica que testa todas as pessoas ao redor da pessoa infectada e até mesmo os colegas de trabalho. “Desde o primeiro caso na cidade nós estamos realizando essa ação, a regra desde o início foi monitorar 100% os nossos infectados para controlar a doença, esse é um dos motivos para o nosso baixo índice da doença”, disse Daniel Alonso.

Outra ação de destaque foi referenciar unidades de saúde para atendimento especifico do coronavírus. Cerca de 12 equipes de saúde estão espalhadas por todas as regiões de Marília e ficam durante todo o dia de plantão aguardando possíveis vítima da covid-19. Desde o início da pandemia, Marília já realizou 5.898 testes.

Para os que não conseguem chegar até o posto de saúde, Marília criou a estratégia de casa a casa, onde equipes da secretaria da saúde vão até os bairros mais vulneráveis e aplicam os testes de coronavirus e ainda vacinam a população contra a influenza. Segundo a secretaria, a ação de drive thru adotada por outros municípios não foi realizada em Marília, porque ela prioriza quem tem acesso a condições para se locomover.

Ainda na reunião do comitê, o Prefeito Daniel Alonso informou que na próxima semana, mais 100 fiscais educativos estarão nas ruas de Marília, ao todo, serão mais de 200 pessoas por todas as regiões de Marília orientando a população no combate ao coronavirus.

O Secretário da Saúde Cassio Luiz Pinto Junior informou ainda que os médicos dos postos de saúde de Marília que são referências para sintomáticos respiratórios, terão um protocolo municipal para prescrever hidroxicloroquina, associada a antibiótico e anticoagulante em doses mínimas, para tratar possíveis casos de Covid-19. Tanto o médico, quanto o paciente, assinam um termo de responsabilidade. O secretario lembrou que o uso do medicamento é de forma não impositiva.

Nessa sexta-feira, Daniel Alonso anunciou que Marília a partir de segunda-feira, dia 13, seguirá na fase laranja, permitindo assim, a reabertura de shoppings, concessionárias, comércio de rua e escritórios.

Os setores poderão funcionar por quatro horas ao dia, todos os dias da semana, com capacidade limitada a 20% e seguindo todos os protocolos já anunciados pela Vigilância Sanitária. Um novo decreto com as medidas será publicado na edição desse sábado (11) do Diário Oficial do Município.

Por fim leia mais O Mariliense

fonte: Comunicação PMM