“DIA DIFÍCIL PARA NÓS” DIZ PRESIDENTE DO TWITTER APÓS ATAQUES

Um dia após o ataque coordenado que obteve acesso a ferramentas administrativas e sistemas internos da rede social Twitter, o diretor executivo (CEO, na sigla em inglês) da empresa, Jack Dorsey, se manifestou. “Um dia difícil para nós do Twitter.

É terrível o que aconteceu”, publicou ele na rede social, ao informar ainda que o caso estava em investigação e que compartilhará qualquer informação que venha a surgir sobre o assunto. 

Segundo relatório inicial divulgado pelo próprio Twitter, o ataque se aproveitou de uma falha de segurança que permitiu o controle administrativo de todas as contas da rede social.

Os alvos, no entanto, foram perfis com milhões de seguidores, como o rapper Kanye West, o ex-presidente norte-americano Barack Obama, o fundador da Microsoft e bilionário filantropo Bill Gates e o dono da Tesla e da SpaceX, Elon Musk. 

Em uma ação emergencial inédita, todos os perfis comprometidos foram suspensos e tiveram o acesso bloqueado por algumas horas. As postagens foram apagadas, mas mesmo assim, o conteúdo enganoso chegou a ser visualizado por dezenas de milhões de pessoas.

Todos os perfis afetados postaram mensagens semelhantes. Os tuítes solicitavam doações em bitcoins – a criptomoeda virtual mais conhecida – que seriam devolvidas em valores multiplicados.

Algumas mensagens, como a do ex-presidente Barack Obama, citavam fundos de apoio ao combate à covid-19 como origem da iniciativa. Perfis corporativos, como o da gigante do mercado de transportes por aplicativo, Uber, e da fabricante de celulares e computadores Apple também foram afetados. 

De acordo com o site Blockchain, que mantém o histórico de todas as transações realizadas em bitcoins, mais de 380 pessoas fizeram transferências para a carteira citada nas mensagens enganosas.

O valor levantado pelo golpe passou dos US$ 120 mil dólares, pouco mais de 12,8 bitcoins

Por fim leia mais O Mariliense

fonte: Agencia Brasil