Ouvidoriade Marília já ultrapassa o número de demandas de 2019

A Ouvidoria Geral do Município, órgão vinculado à Prefeitura de Maríia, divulgou nesta quinta-feira, dia 3, o relatório de atendimentos no período de 1º de janeiro até 3 de setembro de 2020.

De acordo com o relatório, foram registradas 4.560 demandas, sendo que 3.509 foram finalizados. Estes números demonstram que até agora 76,9% das demandas já foram solucionadas.

Ainda segundo os dados divulgados pela Ouvidoria Geral do Município, o setor recebeu 4.723 ligações e 1.352 e-mails, além de 1.621 mensagens via aplicativo WhatsApp.

O número de demandas registradas até esta quinta-feira, dia 3 de setembro, já superou o total das demandas no ano de 2019, que foi de 4.271.

Os principais assuntos que geraram demandas até agora foram: Covid-19, limpeza de terrenos, tapa buracos e saúde.
A Ouvidoria Geral do Município está localizada na rua 4 de Abril, 41, praça Saturnino de Brito, no centro da cidade, e possui cinco canais de atendimento à população, registrando manifestações, reclamações, denúncias, sugestões e elogios referentes aos serviços públicos municipais.

Estes canais de atendimento são o telefone (0800-7766-111), o aplicativo WhatsApp (14-99799-6361), o e-mail (ouvidoria@marilia.sp.gov.br), o endereço (rua 4 de Abril, 41) e o link do site oficial da Prefeitura,

O prazo para a resposta está fixado pela Lei de Acesso à Informação (lei federal nº 12.527/2011) e pela diretriz do Sistema Ouvidor SUS, sendo 20 dias úteis para os atendimentos sobre o SUS (Sistema Único da Saúde) e demais atendimentos.

Todos os atendimentos geram um número de protocolo, sendo que o cidadão pode acompanhar a tramitação e os resultados no site da Prefeitura, exceto aqueles atendimentos que sejam de caráter sigiloso. Através desse protocolo, ele também pode cobrar o prazo de resposta.

A Ouvidoria é o principal canal de comunicação entre o poder público municipal e a população, sendo importante ressaltar, sendo importante ressaltar que o órgão não agenda consultas, exames e procedimentos em geral; não altera a prioridade de agendamento e também não altera o cronograma de serviços de outras secretarias. Já os demais assuntos podem ser centralizados na Ouvidoria, que dá um retorno à solicitação do cidadão dentro do prazo estabelecido pela lei.

 

Por fim leia mais O Mariliense

Fonte: Comunicação PMM