Convenção do PV é marcada por baixaria

Na manhã desta segunda feira (14) o PV (Partido Verde) realizou sua convenção para a definição dos nomes ao pleito do executivo e legislativo em um chácara localizada na Zona Norte de Marília, contando com cerca de 25 pessoas.

A convenção foi presidida pelo Presidente do PV Marília, Laerte Bedendo e contou com a presença do Deputado Federal Enrico Misasi que veio a Marília para dar a benção aos Candidatos do Partido, principalmente ao candidato a prefeitura Capitão Eliton que entrou recentemente no partido.

O Partido Verde antes da entrada de Laerte Bedendo não tinha a pretensão de montar chapa para concorrer a prefeitura, e sim montar uma forte chapa para o legislativo, pois ficou sem seu principal nome, o Vereador Cícero do Ceasa que agora está no PL.

Durante a convenção uma confusão se formou após a saída do Dep. Misasi que não pode ficar em toda a reunião. Um dos filiados do partido, o Advogado Alexandre Cerqueira César se posicionou contra a candidatura do Capitão Eliton e Laerte Bedendo à prefeitura. Segundo testemunhas o Dr. Alexandre por muitas vezes pediu a palavra pela ordem e não foi atendido pelo presidente.

Os ânimos se exaltaram e perdendo a compostura o presidente do PV partiu para cima de Alexandre, sendo segurado por Eliton. Demonstrando forte irritabilidade e descontrole Laerte então pediu aos seus seguranças que retirassem o filiado de seu partido de dentro do salão cerceando o direito do contraditório e opinião.

Pelas redes sociais o Dr, Alexandre explicou seu posicionamento na Convenção de seu partido, veja.

“Acabei de chegar da convenção do PV. Ouvi, pedi aparte e logo de inicio, estranhando a ausência de filiados, pedi a verificação do “quorum” fato que causou esta reação do atual presidente. Eu o conhecia pouco, fiz uma indagação pertinente, estatutária e jurídica.
Acusou-me de ser sem educação e me expulsou da reunião. Perdemos todos. Teria sido eu o mal educado por exercer meu direito? Creio que o que ficou patente ficou a ilegitimidade desta candidatura e que esses novos filiados não conhecem e não praticam os valores verdes, especialmente a cidadania, a democracia, a liberdade, o saber, a diversidade, dentre outros. Por sinal, nunca estive tao calmo e tao tranquilo com meu comportamento e fica claro que ali há grupo com interesses, longe dos ideais estatutários.”
Após a saída do filiado, a convenção seguiu e foi oficializada a candidatura do Cap. Eliton Prefeito e Laerte Bedendo Vice.
Por fim leia mais O Mariliense