Programa Imuniza Marília dá início à vacinação contra a Covid-19 nos asilos e instituições

A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, deu início nesta segunda-feira, dia 25 de janeiro, à vacinação contra a Covid-19 nos asilos e outras instituições de longa permanência de idosos.

Um total de 394 pessoas, entre idosos e profissionais, está recebendo a vacina Coronavac nesta segunda-feira, sendo 215 idosos e 179 profissionais que trabalham nesses locais.

A equipe volante da Secretaria Municipal de Saúde esteve nesta segunda-feira (25) no Lar São Vicente de Paulo, onde foram aplicadas 60 doses da vacina.

Terça-feira, dia 26, a vacinação acontecerá no Qualitti e na Morada Sênior. Quarta-feira (27) será a vez da Casa do Caminho.

Dia 28 (quinta-feira) a equipe estará na Mansão Ismael. Na sexta-feira, dia 29, a vacina será na Santa Rita de Cássia. Na próxima segunda-feira, dia 1º de fevereiro, a imunização acontecerá na Villa Suíça; e na terça-feira, dia 2, na instituição Villa Amor.

“É mais uma etapa importante do Programa Imuniza Marília, que começou na sexta-feira com a vacinação dos profissionais de saúde que estão na linha de frente de combate à Covid. Agora é a vez dos asilos e das instituições de longa permanência de idosos, com a imunização dos profissionais que trabalham nesses locais, bem como de todos os idosos atendidos. E dessa forma vamos avançando para atingirmos todos os grupos prioritários o mais rápido possível”, disse o prefeito Daniel Alonso.

O secretário municipal de Saúde, Cássio Luiz Pinto Júnior, disse que para o cronograma de vacinação ser cumprido depende diretamente da chegada de mais doses através dos governos Federal e Estadual.

“Até o momento o HC recebeu 3.500 doses e a Secretaria de Saúde mais 5.000 doses. Desta forma, já pudemos iniciar a vacinação e o plano do município, que está pronto desde dezembro, somente poderá ser cumprido em sua totalidade com a chegada de mais vacinas, tanto do Ministério da Saúde como da Secretaria Estadual de Saúde. A gente acredita que os prazos estipulados pelo cronograma do Estado serão cumpridos com o envio regular das vacinas”, afirmou o secretário.

 

Por fim, leia mais O Mariliense

 

Fonte: Comunicação PMM