Prefeitura dá início à construção de balança em área de transbordo municipal para pesagem de resíduos sólidos

Após a construção da Plataforma de Operação, licenciamentos ambientais junto à Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e melhorias na área de transbordo, a Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, deu início à construção de balança própria para pesagem dos resíduos sólidos urbanos.

Essa pesagem será feita antes da saída dos caminhões da área pública rumo à destinação final ambientalmente correta dos materiais, objetivando a lisura e transparência da operação de transporte dos resíduos sólidos urbanos do município para aterros licenciados.

Segundo o secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, trata-se de uma necessidade para contribuir com a licitude do processo de transbordo para destinação final dos resíduos sólidos gerados no município.

“Atualmente pesamos os caminhões em balança terceirizada, cumprindo as legislações vigentes, porém estamos construindo uma balança própria do município na área de transbordo, com o objetivo de que os caminhões pesem suas cargas ainda na área de carregamento dos materiais a serem transbordados. Os trabalhos estão em fase adiantada, com plataforma praticamente pronta, e passamos para a etapa de informatização das operações, no intuito de agilizar os procedimentos e manter memórias arquivadas para eventuais solicitações de órgãos fiscalizadores. O local contará ainda com vigilância e fiscalização 24 horas, o que dará segurança e transparência a todo processo de transbordo”, disse o secretário.

O prefeito Daniel Alonso lembra também os avanços conquistados na gestão dos resíduos sólidos em Marília.

“Após o caos encontrado quando assumimos, com toneladas de lixo na porta da casa dos marilienses, aterro interditado e frota de coleta sucateada, hoje contamos com plataforma de transbordo licenciada junto à Cetesb, frota renovada, e, agora, apresentamos essa balança, que vem somar com a transparência na gestão pública, uma vez que o lixo é pesado ainda na área de transbordo, com segunda pesagem realizada no aterro de destino, devidamente licenciado para recebimento destes resíduos. Esse trabalho sério, preocupado com a transparência na gestão do dinheiro público e com nosso meio ambiente, é comprovado com a 1ª colocação no ranking sobre sustentabilidade na gestão pública do Programa Município Verde Azul, e recebeu a certificação de qualificação ambiental, nunca antes conquistada. Estamos orgulhosos destes resultados e motivados a continuar realizando ações sustentáveis em nossa cidade.”

A Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos no município está sob a responsabilidade da Secretaria do Meio Ambiente e de Limpeza Pública. Mais informações poderão ser obtidas através do telefone 3408-6700.

 

Por fim, leia mais O Mariliense

Fonte: Comunicação PMM