Xiaomi desbanca Apple e assume o segundo lugar na produção mundial de smartphones

A chinesa Xiaomi se tornou a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, desbancando a toda poderosa Apple. De acordo com os dados divulgados pela Canalys, analista do mercado de tecnologia, a companhia chinesa fechou o segundo trimestre com 17% de participação de mercado, à frente da concorrente Apple, que encerrou com 14%. A Samsung, marca sul-coreana, continuou em primeiro lugar no ranking, com uma participação de 19%.

Esta foi a primeira vez que a Xiaomi chegou ao segundo lugar no ranking de fabricantes de smartphones. Além de celulares, a empresa asiática também produz TVs, pulseiras inteligentes, panela elétrica de arroz, entre outros produtos. No entanto, no Brasil, é mais conhecida por sua participação no mercado de smartphones.

Segundo a Canalys, a vice-liderança mundial da Xiaomi aconteceu após a empresa ter um crescimento de 83% nas vendas para outros países, entre os meses de abril e junho. Somente na América Latina, esse salto foi de 150%. Após o anúncio do levantamento, as ações da fabricante subiu para 4% na Bolsa de Valores de Hong Kong nesta sexta-feira (16).

O preço dos produtos da empresa chinesa foi indicado pelo gerente de pesquisa da Canalys, Ben Stanton, como um dos principais motivos para o crescimento da Xiaomi, já que o valor de venda dos celulares é 40% a 75% menor do que os aparelhos da Apple e da Samsung.

Além disso, a fabricante asiática também tem investido bastante em hardware, lançando smartphones que estão entre os mais avançados com sistema Android no mercado, como o Mi 11 Ultra. Os resultados no terceiro trimestre deste ano mostrará se a Xiaomi conseguirá se manter na vice-liderança do setor, já que é nessa época que as concorrentes Samsung e Apple costumam se preparar para os lançamentos.

 

Por fim, leia mais O Mariliense