Centro de Zoonoses já realizou castração de 520 cães e gatos em 2021

O Departamento de Higiene e Saúde de Pompeia, por meio de sua Vigilância Sanitária e do Centro de Zoonoses Municipal, realizou mais de 500 castrações gratuitas em cães e gatos, só entre janeiro e setembro deste ano. Há atualmente cerca de 150 animais que ainda aguardam pela castração. 

O Centro de Controle de Zoonoses de Pompeia oferece sem custo algum a castração de cães e gatos para evitar que mais animais sejam abandonados nas ruas sem os devidos cuidados, levando doenças para a população. “Esse é um órgão do DHS que tem a função de controlar doenças que podem ser transmitidas aos seres humanos pelos animais, como leptospirose, leishmaniose, raiva, entre tantas outras que podem até levar as pessoas à morte”, explicou o superintendente do DHS, Adalberto Bento.

A cidade realiza os procedimentos de acordo com o histórico do animal, priorizando os animais errantes, ou seja, que foram abandonados nas ruas e adotados por moradores. Outro quesito para organizar a fila da castração é a renda familiar dos tutores. 

“Um engano muito comum é as pessoas acreditarem que nós da Vigilância Sanitária e nosso Centro de Zoonoses funcionamos como uma clínica que oferece atendimento veterinário. O atendimento veterinário no local deve ser exclusivo e voltado a problemas específicos de zoonoses e castração”, completou o diretor da Vigilância Sanitária, João Marcelo Destro “Shell”.

As castrações são agendadas e realizadas depois de consulta prévia. A solicitação pode acontecer por telefone, ou presencialmente. 

 

Por fim, leia mais O Mariliense

Compartilhe a leitura