Vinicius Camarinha defende a causa dos hospitais psiquiátricos do estado

Em audiência pública realizada nesta segunda-feira (20) na Assembleia Legislativa, com a presença de representantes de 18 hospitais psiquiátricos da região Centro-Oeste do Estado, o deputado Vinicius Camarinha (PSB), líder do Governo Paulista, manifestou seu apoio e expressou seu empenho em trabalhar junto com estas instituições para atender aos pleitos dos profissionais e as necessidades do setor.

Os trabalhos da audiência serviram para tratar de assuntos que vêm preocupando as autoridades do Estado, em especial a situação dos hospitais psiquiátricos, e o aumento dos casos de depressão, ansiedade e suicídios. Para o vice-presidente da Pró-Saúde Mental, Nelson Junior, a maior urgência neste momento é o reequilíbrio econômico-financeiro das instituições. Ele afirmou que é preciso o tratamento igual aos demais hospitais filantrópicos do estado, sendo que muitos não conseguirão cumprir suas funções até o final do ano.

Durante a audiência a diretora do Hospital André Luiz, de Garça, Eliana Boaretto agradeceu o apoio que o deputado Vinicius Camarinha tem dedicado ao setor da saúde e em especial aos hospitais psiquiátricos paulistas. “Para a psiquiatria e para a saúde mental é de fundamental importância termos um deputado como Vinicius Camarinha, que saia conosco à frente para definir as ações junto ao Governo do Estado”. Ela acrescentou que com o quadro da covid houve aumento de depressão e de suicídios e que as diárias recebidas pelo setor não cobrem as despesas.

O deputado Vinicius Camarinha, que tem dedicado parte significativa de seu trabalho para as áreas de assistência e da saúde, destacou a importância de se repensar o setor da psiquiatria. Para o deputado, a audiência se reverte de uma grande importância porque os temas mais prementes foram discutidos na Assembleia Legislativa. Segundo declarou Vinicius Camarinha, “Com o advento da pandemia e do pós-covid, esse quadro se agravou ainda mais. Os casos de depressão e de suicídios aumentaram significativamente, trazendo sérios problemas para a sociedade”.

Para o deputado, a qualidade de vida passa pela saúde mental e é extremamente importante dar atenção para o setor para manter a saúde mental em dia.

 

Por fim, leia mais O Mariliense

Compartilhe a leitura