AMEI terá técnica e dois nadadores participando da Paralimpíadas Escolares em São Paulo

A técnica de natação da AMEI (Associação Mariliense de Esportes Inclusivos), Zinha Garutti, e os nadadores Luís Gustavo Maranho e Isadora Silva, da classe S14, participarão a partir desta terça-feira (23) das Paralimpíadas Escolares, o maior evento mundial para pessoas com deficiência em idade escolar, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo – a competição vai até a sexta-feira, dia 26.

Isadora, de 13 anos, está cursando o 8º ano do Ensino Fundamental no Colégio Esmeraldas, enquanto Luís Gustavo, 13 anos, cursa também o 8º ano no Colégio Compacto.

O trio da AMEI foi convocado para compor a seleção paulista, sendo que o evento contará com a participação de 902 atletas, de 25 unidades da federação – as ausências são Alagoas e Minas Gerais.

Ao todo, 13 modalidades serão disputadas: atletismo, basquete em cadeira de rodas (formato 3×3), bocha, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, judô, natação, parabadminton, parataekwondo, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

O estado de São Paulo venceu a edição de 2019 e se tornou o maior campeão da competição, com oito títulos (2006, 2009, 2011, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019). 

As Paralimpíadas Escolares tiveram a sua primeira edição em 2006. Desde 2016, a competição acontece nas dependências do Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. 

O evento é considerado um grande celeiro de atletas, tendo sido responsável por revelar medalhistas paralímpicos, como os velocistas Petrúcio Ferreira, Alan Fonteles, Verônica Hipólito, Washigton Nascimento, o jogador de goalball Leomon Moreno, os nadadores Talisson Glock, Cecília Araújo, Mariana Gesteira, os jogadores de futebol de 5 Tiago Silva e Jardiel Soares.

 

Por fim, leia mais O Mariliense

Compartilhe a leitura