SP disponibiliza pré-cadastro de crianças na plataforma Vacina Já

O Governo de SP disponibilizou o pré-cadastro para vacinação do público infantil, na faixa etária de 5 a 11 anos, contra COVID-19. Pais e responsáveis já podem realizar o cadastramento no site “Vacina Já”. A estimativa é de que 4,3 milhões de crianças comecem a ser vacinadas assim que as doses forem liberadas pelo Ministério da Saúde.

“Temos 4,3 milhões de crianças nessa faixa etária para serem atendidas pelo programa estadual de imunização. Já imprimimos e distribuímos 4,5 milhões de carteirinhas de vacinação para esse público. Além disso, preparamos e treinamos os profissionais que farão a logística dos mais de 5 mil pontos de vacinação, além de 268 escolas públicas estaduais que também estarão presentes na imunização de crianças entre 5 e 11 anos”, disse o Governador João Doria.

O pré-cadastro é opcional e não é um agendamento, mas agiliza o atendimento nos locais de imunização, evitando filas e aglomerações. Para cadastrar os filhos, os pais ou responsáveis devem acessar o link (https://www.vacinaja.sp.gov.br/), clicar no botão “Crianças até 11 anos” e preencher o formulário online.

Caso não consigam realizar o pré-cadastro, os pais não precisam se preocupar, pois a vacinação também será feita mesmo sem ele, com realização do cadastro completo presencialmente na unidade de vacinação. A prioridade da imunização será para crianças com comorbidades.

Em 24 horas, SP tem 230 mil crianças cadastradas para receber a vacina contra a Covid

Após 24 horas do Governador João Doria anunciar a abertura do pré-cadastro de vacinação para crianças de 5 a 11 anos em São Paulo, a plataforma Vacina Já registrou a marca de mais de 230 mil crianças cadastradas, com a média de 160 registros por minuto.

A página recebeu 324 mil acessos apenas no primeiro dia em que o pré-cadastro foi disponibilizado. A plataforma foi desenvolvida pela Prodesp – empresa de Tecnologia do Estado de São Paulo e as Secretarias de Comunicação e da Saúde.

 

Por fim, leia mais O Mariliense

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Compartilhe a leitura