Dr. Francisco de Agostinho Júnior fala sobre o Projeto Amor de Criança e a Homenagem que receberá da ALESP

Nesta segunda-feira (9), o médico pediatra mariliense, Professor Dr. Francisco de Agostinho Júnior, será homenageado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), pela Deputada Estadual Leticia Aguiar (Progressistas). O Prof. Dr. Francisco é idealizador e coordenador do Projeto Amor de Criança e receberá o Colar de Honra ao Mérito, a maior homenagem oferecida pela ALESP.

A honraria foi criada em 2015 para homenagear e reconhecer pessoas que atuam para contribuir com o desenvolvimento cultural, social e econômico do Estado. “O convite para receber o Colar de Honra nos surpreendeu, não estávamos esperando por isso. Claro, ficamos muito felizes e honrados e agradecemos primeiro à Deus e também à Deputada Letícia. Segunda-feira, se Deus quiser estaremos lá para receber esta honraria e representar a nossa cidade neste evento”, destacou o Prof. Dr. Francisco de Agostinho Júnior.

O Colar de Honra ao Mérito Legislativo será entregue pelas mãos da deputada estadual,  como forma de reconhecimento pelos excelentes serviços no desenvolvimento social e em prol da saúde que o Prof. Dr. tem realizado todos esses anos na cidade de Marília.

A parlamentar conheceu as atividades do Projeto, em uma visita a cidade vizinha Garça e teve conhecimento do trabalho do Prof. Dr. Francisco de Agostinho Júnior, por meio de uma conversa com a esposa do vice-prefeito de Garça, Mara Peres, que é voluntária do Projeto Amor de Criança.

Projeto Amor de Criança

O Projeto Amor de Criança existe na Universidade de Marília desde agosto de 2013, idealizado pelo Prof. Dr. Francisco de Agostinho Júnior, juntamente com a fonoaudióloga, Dra. Paula Cristina Cola Tozzato. O projeto foi criado para prestar atendimento de saúde e assistencial para crianças e adolescentes diagnosticados com paralisia cerebral.

“O ambulatório teve início com aproximadamente cinco crianças. Com o passar do tempo, o ambulatório cresceu e os atendimentos foram aumentando e hoje em nossa agenda consta mais de 300 crianças acometidas com  um problema neurológico grave e permanente que é a paralisia cerebral”, disse o Prof. Dr. Francisco.

De acordo com o Prof. Dr. em todos esses anos a Universidade de Marília tem oferecido as oportunidades e recursos para que o atendimento às crianças e adolescentes seja cada vez mais adequado e favorável. “Contamos ainda com o apoio do Hospital Universitário e isso proporciona o envolvimento de diversos especialistas da área da saúde com o Projeto Amor de Criança”, completou.

O atendimento médico do projeto ainda se associa à um trabalho social, dando apoio as famílias, com cestas básicas, fraldas, cadeiras de rodas e órteses feitas especificamente para cada paciente, cadeiras de banho, leite especial, entre outros.

“Todas as necessidades que as crianças e adolescentes têm, nós procuramos atender. Como são todas crianças do Sistema Único de Saúde, marcadas pela limitação socioeconômica, esses recursos são provenientes de um trabalho voluntário. Nós temos muitas pessoas que passaram a amar essas crianças e procuram favorecê-las, pessoas da nossa sociedade que aderiram ao projeto. Os voluntários já organizaram shows e eventos para ganhar recursos para a realização de exames e outros atendimentos à essas famílias”, afirmou.

Há ainda o livro “O pediatra instruindo a família”, escrito pelo próprio Prof. Dr. Francisco de Agostinho Júnior, e que tem toda a receita de vendas, R$50 por unidade, revertida para o Projeto Amor de Criança.

A homenagem vai acontecer nesta segunda-feira (9), às 19h, no Palácio 9 de Julho, sede do Legislativo Paulista, na Capital do Estado de São Paulo.

 

Por fim, leia mais O Mariliense