Prefeitura de Marília faz abertura do curso de capacitação em Libras para servidores públicos

A Prefeitura de Marília realizou na manhã desta quarta-feira, dia 11 de maio, no auditório do 2º andar do Paço Municipal, a abertura do curso de capacitação em Libras para os servidores públicos municipais.

A cerimônia de abertura contou com as presenças do vice-prefeito Cícero do Ceasa, que representou o prefeito Daniel Alonso; os secretários municipais Delegado Wilson Damasceno (Direitos Humanos e Cássio Luiz Pinto Júnior (Saúde); a Corregedora Geral do Município, Valquíria Galo Febrônio Alves; além de representantes de outros secretários e também dos vereadores Marcos Rezende, Professora Daniela e Elio Ajeka.

Estiveram presentes também representantes de diversas entidades e associações, como AADEF (Associação de Atendimento aos Deficientes Físicos), Adevimari (Associação dos Deficientes Visuais de Marília), Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Centro de Reabilitação Lucy Montoro e CEMAEE (Centro Escola Municipal de Atendimento Educacional Especializado), entre outras.

O curso teve o total de 110 inscrições e será realizado às quartas e quintas-feiras, das 9h às 11h e das 14h às 16h, com término previsto para o dia 29 de setembro, sendo ministrado pela professora Íris Prado.

O vice-prefeito Cícero do Ceasa destacou a importância do curso. “Inicialmente estou muito feliz em participar, pois a Libras é uma importante ferramenta de inclusão. Esse curso é de extrema importância, pois temos servidores com deficiência auditiva e só tenho que desejar sucesso a todos vocês que estarão fazendo essa capacitação. Parabenizo o secretário Dr. Damasceno e também a Professora Daniela, que foi uma das grandes responsáveis pelo projeto do Núcleo de Libras.”

Já o secretário municipal de Direitos Humanos, Wilson Damasceno, lembrou que esse curso atende uma determinação do prefeito Daniel Alonso. “A gestão do prefeito Daniel e do vice Cícero sempre busca a inclusão e a igualdade entre as pessoas, que precisam ser acolhidas onde quer que elas estejam. E, para isso, precisam da comunicação e é justamente isso que esse curso vai proporcionar aos nossos servidores. Só tenho que agradecer, pois tivemos 110 inscrições, o que nos deixou muito satisfeitos. Que todos possam ter sucesso nessa capacitação.”

 O NÚCLEO DE LIBRAS

O Núcleo de Libras é um projeto da vereadora Daniela, contratado por uma empresa terceirizada, funcionando dentro da Secretaria de Direitos Humanos, visando atender tanto a Comunidade Surda, quanto ao funcionalismo público, pois tem o objetivo de intermediar via videochamada os atendimentos do funcionário público prestados à pessoa surda.

Mas, esse serviço tem se estendido além dos órgãos públicos, visto que, o surdo, pode chamar o núcleo de qualquer lugar onde ele estiver e precisar de uma intermediação em Língua de Sinais.

Dentro desse projeto, está a idealização também, de forma gradual, capacitar os funcionários públicos, a um prévio atendimento a pessoa surda. Isso justifica esse primeiro curso que está sendo realizado, com muitos acertos por fazer, natural em tudo que o primeiro, mas, esperando bons resultados e satisfação dentro do quadro do funcionalismo público.

 

Por fim, leia mais O Mariliense