Marília vai iniciar trabalhos em Ecoponto Social

A cidade de Marília contará com uma lei específica para recebimento de materiais recicláveis que, passarão por triagem e manutenções necessárias e depois serão doados para famílias carentes ou que sofreram danos causados por adversidades climáticas.  A lei foi aprovada na última sessão legislativa sob autoria da vereadora Professora Daniela.

O Secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, destacou a importância de realizar os trabalhos deste projeto, atendendo a duas frentes importantes: social e ambiental. De acordo com o secretário, toda estrutura será organizada pela secretaria e os materiais com condições de reuso serão recebidos no ecoponto da zona sul, que já está funcionando, e ainda em outros ecopontos que serão inaugurados em breve.

Serão recebidos roupas, cobertores e outros itens que possam ajudar os mais necessitados, principalmente durante o inverno que está se aproximando. Além de móveis e materiais de construção, que serão utilizados nas reformas das casas que necessitam de reparos.

O coordenador do projeto, Anilton Rodrigues dos Santos, explicou sobre os procedimentos a serem seguidos para a entrega dos itens. Ele pede a população que as roupas e cobertores sejam doados limpos e com condições de reutilização. Isso facilitará a triagem e a destinação às famílias beneficiadas pelo projeto.

Os móveis, eletroeletrônicos e materiais de construção também serão recebidos com finalidade social, seguindo um cronograma a ser organizado em parceria com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e a Defesa Civil de Marília, para atender os moradores que realmente precisam.

Os materiais como telhas, blocos, portas, pisos, janelas, vasos sanitários, pias, cimento, tintas, mesas, camas, cadeiras, fogões, geladeiras, eletroeletrônicos, roupas, sapatos, cobertores, brinquedos e demais materiais poderão ser entregues no Ecoponto da Zona Sul.

 

Por fim, leia mais O Mariliense