Motorista de app envia áudio para amigas ao ser esfaqueada durante corrida

Uma motorista de aplicativo foi esfaqueada durante uma corrida na noite da última sexta-feira (20), em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Após se dar conta de que estava sendo agredida pelo passageiro, Audineth Aguiar, de 44 anos, acionou um aplicativo que grava o som interno do veículo e conseguiu registrar os momentos de desespero.

Após esfaquear a motorista, o criminoso fugiu. Ao ser atacada, Audineth gritou por ajuda: “Eu tô cortada, eu tô morrendo. Me furou toda de faca. Olha aí, olha onde eu tô. Moço, me socorre, eu fui assaltada, ele me furou toda de faca. Sou Uber e tô toda furada, me ajuda a chegar até o posto”, é possível ouvir durante a gravação.

De acordo com uma amiga da vítima, a corrida teve início no Bairro Santa Emília, por volta das 20h, em um determinado momento, o passageiro pediu para que a motorista entrasse em uma rua que não estava no trajeto e então começou a agredi-la. Nesse momento a mulher começa a gritar por socorro e consegue apertar a buzina com o carro ainda em movimento. O criminoso então pula do veículo pela porta traseira e foge do local.

Audineth ainda conseguiu dirigir o automóvel por mais alguns metros e chegar no endereço para solicitar ajuda. A motorista, mesmo esfaqueada, conseguiu acionar as amigas que também são motoristas de aplicativo, enviando o áudio registrado pela gravação do som interno do veículo. Assim que receberam a gravação, as amigas e outros motoristas foram para o local indicado na localização, também acionaram a polícia. A motorista foi encaminhada para um posto, segundo o boletim de ocorrência.

A vítima deu entrada às 0h do sábado (21), na Santa Casa. De acordo com o Hospital, a motorista realizou exames laboratoriais e de imagens durante o dia. Se encontra acordada, respirando sem ajuda de aparelhos, em uso de medicações e se comunicando bem.

 

Por fim, leia mais O Mariliense