Morre aos 69 anos, ex-vereador e mariliense de coração, Elias Geá Leonel

Faleceu no início da noite dessa quarta-feira (13) em Marília, o ex-vereador Elias Geá Leonel, aos 69 anos. Ele lutava contra um agressivo caso de câncer.

As últimas homenagens de familiares e amigos podem ser realizadas no velório, que começou às 8h desta quinta-feira (14) e está acontecendo na Igreja Presbiteriana Independente (rua 4 de abril, 551, no centro da cidade). O local e horário do sepultamento ainda não foram definidos pela família.

Elias era nascido em Maringá, no estado do Paraná, cidade onde também se formou em Administração pela Universidade Estadual de Maringá. Depois se formou no curso de Ciências Contábeis pela Unimar, em Marília.

Foi vereador em 2000, além de suplente nas eleições municipais em 2004 e candidato a deputado estadual em 2006, pelo PSBD (não eleito).

Atuou por vários anos no BNCC (Banco Nacional do Crédito Cooperativo). Foi também presidente com reeleições no Clube dos Bancários, onde fez parte de diretorias responsáveis por grandes conquistas e avanços. Também foi secretário municipal da Indústria e Comércio. Atualmente era assistente administrativo no Ministério da Agricultura e Pecuária em São Paulo e também dirigente do PSDB na cidade, função exercida já há muitos anos.

Elias Leonel deixa a esposa Dina, o filho Ataliba, mais conhecido como Neto, a filha Liane, a neta Maria Isabela e o genro Gabriel.

Homenagem

Por meio de Nota, a Prefeitura de Marília, através do Prefeito Daniel Alonso e o vice-prefeito Cicero do Ceasa, lamentou a morte do ex-vereador e ex-secretário municipal Elias Géa Leonel, aos 69 anos, em Marília. 

“Elias foi uma das pessoas mais lúcidas e coerente que conheci. Foi um privilégio passar momentos ao seu lado refletindo e dialogando sobre todos temas que envolve a luta humana. Com certeza fez história e contribuiu muito com a nossa cidade”, disse Daniel Alonso, Prefeito de Marília. 

Nesse momento de dor e saudade nos solidarizamos com os familiares e amigos e desejamos força a todos que o cercavam.

 

Por fim, leia mais O Mariliense