Ecoponto Nova Marília colabora com a limpeza pública e promove a inclusão social

O Ecoponto Sul, localizado na Rua Joaquim Dias, bairro Nova Marília, recebe materiais variados que não podem ser descartados no lixo doméstico, como resíduos da construção civil, podas de árvores e sobras de jardinagem, madeiras, além de materiais de construção e resíduos recicláveis e reutilizáveis, que serão doados a famílias de catadores, promovendo à inclusão social.

Vanderlei Dolce, secretário municipal de Limpeza Pública e Serviços, destaca a importância do descarte correto utilizando o Ecoponto.

“Estamos prestes a comemorar dois anos deste Ecoponto, que tem apoiado milhares de marilienses que buscam alternativas para realizar o descarte correto das sobras de materiais que não lhes servem mais. Além de todas estas sobras, o Ecoponto Nova Marília também recebe materiais recicláveis, que colaboram com a inclusão social de catadores, e materiais de reuso, como móveis, eletroeletrônicos, telhas, tijolos, tintas, pisos, dentre outros materiais em condições de aproveitamento, que poderão ser utilizados por famílias carentes para pequenas reformas e construções. Além de colaborar com a limpeza pública, este ecoponto exerce a função social aos mais necessitados. Em breve, inauguraremos as unidades norte e oeste, que se encontram em fase final de construção, estendendo este trabalho às demais regiões”, afirmou Dolce.

Edson Gilmar da Costa, responsável pelo gerenciamento do Ecoponto Sul, explica os procedimentos adotados para entrega dos resíduos.

“Recebemos resíduos que não são descartados no lixo domiciliar ou que fazem parte da logística reversa. Lâmpadas, pilhas, baterias e celulares, por exemplo, precisam ter o descarte correto através da logística reversa, retornando ao fabricante para reaproveitamento destes materiais. A única exceção são os pneus que, após recebidos, são encaminhados à Reversa Pneus, empresa credenciada pela Reciclanip. O Ecoponto Sul recebe restos da construção civil, podas de árvores e jardinagens, madeiras, materiais recicláveis, como metais, plásticos, vidros e papéis, além de móveis, materiais de construção em condições de reaproveitamento e eletroeletrônicos não incluídos na lei sobre logística reversa. A finalidade é dar o destino correto a cada material recolhido, priorizando o reaproveitamento dos resíduos descartados, que ainda podem ser utilizados por outras pessoas, colaborando assim com as famílias mais necessitadas.”

O Ecoponto Nova Marília funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Por fim, leia mais O Mariliense