Prefeitura entrega mais uma grande obra no bairro Flândria

A antiga praça José Moysés, batizada em 1978, antes pouco iluminada e muito desgastada pelo tempo, ganhou nova vida com uma remodelação total realizada pela administração da prefeita Tina Escorce. Com a presença de cerca de uma centena de pessoas, a obra que custou em torno de R$ 400 mil e realizada com recursos do próprio Município, sem auxílio de convênios, foi entregue para a comunidade em uma cerimônia que resgatou a história do homenageado e que também serviu para rememorar os investimentos da administração municipal no maior bairro da cidade, o Flândria, onde está localizado o espaço público. (Confira mais fotos clicandoaqui)

Os vereadores Pida, Rodolfo Marino, Jorginho, Plínio e Kadu representaram a Câmara Municipal. Estiveram presentes também o vice-prefeito França, o Superintendente do SAAE, Marciano Zamarioli, o Superintendente do DHS, Adalberto Bento, e diversos funcionários do governo municipal. A cerimônia também foi prestigiada por representantes de diversos setores da sociedade, como o empresário Jiro Nishimura, o vice-presidente da Santa Casa, Edson Basílio, dentre outros. 

O vice-prefeito França e a prefeita Tina fizeram questão de saudar os servidores do setor de Obras da Prefeitura e funcionários terceirizados que se empenharam na obra. “Foi um trabalho difícil, que levou vários meses para ser concluído, porque antes de ser transformada nisso que hoje nós podemos admirar, foi preciso retirar da praça o que já não estava bom, o que o tempo já tinha deteriorado, para que desse lugar ao novo. Trocamos o piso de pedras, fizemos novas guias e calçadas, criamos um estacionamento, muitas mudanças e melhorias, sem sacrificar nenhuma árvore. Todos os envolvidos estão de parabéns e têm nossa gratidão”, discursou a prefeita.

Com a remodelação completa da praça, as crianças ganharam mais um playground moderno para brincar, repleto de brinquedos novos, coloridos e seguros; as famílias agora têm uma academia ao ar livre, um estacionamento, muitos bancos onde conversar e passar momentos agradáveis. A forte iluminação do local também é uma das novidades mais notadas e elogiadas.

Apesar de todas as mudanças, a antiga denominação da praça não foi alterada. A homenagem a um dos pioneiros da cidade, o Sr. José Moysés Auada, foi mantida e renovada, com a presença de diversos membros da família do imigrante libanês que chegou ao Brasil em 1905. Coube ao vereador Rodolfo Marino, bisneto do homenageado, fazer uso da palavra para exaltar a memória do pioneiro. 

“Talvez meu pai que não pôde estar aqui, infelizmente, por uma questão de saúde, mas que conviveu muito com o meu bisavô, fosse a pessoa mais indicada para falar. Mas são muitas histórias e algumas chegaram até mim. Meu bisavô José Moysés chegou ao Brasil e logo conseguiu trabalho em São Paulo. Em seguida se mudou para Borebi, onde trabalhou por alguns anos. Lá ele resolveu se tornar comerciante: comprou roupas em Borebi e passou a vende-las como “mascate” em Cedral. Nesse serviço ele acabou conhecendo a Dona Josefina, que possuía uma loja de sapatos. Eles se casaram e decidiram se mudar para Pompeia e viver aqui. Após muito trabalho conseguiu comprar um pequeno sítio que batizou com o nome de sua esposa, Santa Josefina. Foi com a plantação de café que eles prosperaram e conseguiram comprar outras propriedades, sempre com muito trabalho, dentre elas o local onde hoje está a Santa Casa de Pompeia, que também ajudou a construir”, discursou o vereador.

“Estamos fazendo e entregando grandes obras em todas as partes da cidade, mas o investimento na Saúde, na Educação, na Assistência Social é alto e contínuo, realizado com muita eficiência, proporcionando um impacto muito grande na vida cotidiana de milhares de cidadãos de Pompeia, e isso é muito importante para nós e é uma marca que nós queremos deixar, a do cuidado com as pessoas, o empenho em melhorar a vida das pessoas. Pompeia é uma cidade única no Brasil e só vai melhorar. Muitos já deixaram suas marcas, já deixaram sua contribuição, como o ex-prefeito que está aqui. Nós estamos deixando a nossa e os próximos que ainda virão também com certeza deixarão”, concluiu a prefeita. 

 

Por fim, leia mais O Mariliense