Prefeitura firma Acordo de Cooperação Técnica com a  Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas

A Prefeitura celebrou um Acordo de Cooperação Técnica com a Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas para implementar e desenvolver ações de prevenção ao uso do álcool e outras drogas.

O objetivo maior é a prevenção focada ao cuidado, acolhimento, apoio e ajuda à reinserção social do dependente químico ou alcoolista.

O uso de drogas na atualidade é uma preocupação mundial, pois extrapola as questões individuais e se constitui como um grave problema de saúde pública, com reflexos nos diversos segmentos da sociedade, tais como segurança pública, educação, sistema de justiça, assistência social e os espaços familiares são repetidamente afetados, direta ou indiretamente, pelos reflexos e pelas consequências do uso de álcool e outras drogas.

“A orientação para execução deste acordo é de que seja trabalhado de forma intersetorial, envolvendo o Comac (Conselho Municipal de Políticas sobre Álcool e Outras Drogas), com ações conjuntas entre as secretarias como da Assistência e Desenvolvimento Social e da Saúde, entre outras, a fim de promover o alinhamento da Política sobre Drogas com a Política de Saúde Mental, bem como fortalecer as redes de cuidados voltadas a populações em situação de vulnerabilidade e risco social que fazem uso de álcool e outras drogas”, disse o prefeito Daniel Alonso.

Para o secretário de Direitos Humanos, Delegado Wilson Alves Damasceno, esse acordo de cooperação entre os governos municipal e federal é de fundamental importância, uma vez que a cidade de Marília, como acontece também em âmbito nacional, tem uma população crescente de dependentes químicos e alcoólicos, exigindo políticas públicas relacionadas à prevenção e ao tratamento do vício em álcool e drogas.

Segundo a vereadora Vânia Ramos, seu mandato como representante da população mariliense encontra na defesa dos Direitos Humanos e na valorização da família permanentes bandeiras de trabalho. “Graças a nossa interlocução com grandes líderes do Republicanos em Brasília, as portas da Senapred (Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas) sempre estiveram abertas para as reivindicações que levamos de Marília. Estivemos no Distrito Federal em viagem oficial no primeiro semestre e identificamos várias frentes possíveis para que Marília fosse incluída nos convênios de prevenção ao uso de drogas. Como vereadora, é gratificante poder intermediar junto com o prefeito Daniel Alonso a concretização desse acordo em auxílio às pessoas que sofrem dessa doença chamada dependência química e que, muitas vezes, são vítimas do preconceito e do descaso por parte dos próprios familiares e da sociedade”, afirmou a vereadora.

“Essa parceria trará muitos benefícios aos dependentes químicos moradores de Marília, uma vez que a meta é prevenir, tratar e reintegrá-los à sociedade, de forma a evitar que esse cidadão volte a fazer uso de álcool ou drogas”, disse Quirino Cordeiro Júnior, Secretário Nacional da Senapred.

 

Por fim, leia mais O Mariliense