PC investiga denúncias de agressão contra crianças com deficiência em escola

Uma escola municipal de educação especial, localizada no bairro São Judas Tadeu, na cidade de Botucatu, está sendo investigada pela Polícia Civil, após denúncias de agressão contra crianças com deficiência.

Um boletim de ocorrência, que foi registrado nessa quarta-feira (10), apresentou as denúncias de agressão envolvendo duas crianças, uma de 7 e outra de 10 anos de idade.

A mãe das crianças, acompanhada de representantes da Secretaria de Educação da cidade, realizou a denúncia na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Ao registrar a ocorrência, imagens de câmeras de monitoramento da escola foram entregues à Polícia Civil. As imagens não foram divulgadas.

De acordo com o delegado seccional de Botucatu, Lourenço Talamonte, as crianças aparecem nas imagens sendo agredidas por monitores, com empurrões e puxões de cabelo.

A Prefeitura da cidade afirmou em nota que “está prestando o auxílio necessário para as crianças e os familiares e já afastou os envolvidos”.

Na nota diz ainda que a secretaria, “assim que tomou ciência do caso, entregou as imagens das câmeras de monitoramento da escola para autoridades competentes para investigação”.

Segundo a Administração Municipal, uma sindicância foi aberta e quatro funcionários envolvidos foram afastados.

Informações: G1

Por fim, leia mais O Mariliense