Suspeito de se masturbar e perseguir mulher na rua é preso na região

Um homem suspeito de se masturbar e perseguir uma mulher em uma rua na cidade de Lins na semana passada, foi preso pela Polícia Civil, na tarde desta segunda-feira (22).

O suspeito foi identificado como sendo morador de Guariba (à 199,8 km de Lins) e no dia do crime por importunação sexual, ele fugiu rumo à região oeste do estado.

Os policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Lins estavam com um mandado de prisão preventiva em mãos e durante um monitoramento do suspeito na tarde de hoje (22), conseguiram prendê-lo no km 444 da Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Lins, no momento em que ele tentava ir embora para Guariba.

O homem, de 40 anos, admitiu o crime à polícia e afirmou estar arrependido pelo ocorrido. A Polícia Civil conseguiu identificá-lo por meio de imagens de câmeras de segurança. Ele foi preso e encaminhado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Lins, onde permaneceu à disposição da Justiça.

Entenda o caso

De acordo com o boletim de ocorrência, no último dia 16 de agosto, a vítima, de 47 anos, relatou à Polícia que havia saído da academia e estava indo para sua casa, passando pela Rua Joaquim Furio, no bairro Residencial Monsenhor Pazetto, quando percebeu a aproximação do suspeito.

Ainda segundo a vítima, o homem estava com o órgão sexual para fora da calça e se masturbando enquanto andava em direção à ela. O suspeito estava em Lins a trabalho e com o carro da empresa e por meio de imagens de câmeras de segurança, é possível ver o momento em que ele estaciona o veículo e anda pela rua mexendo nas partes íntimas.

A vítima conseguiu escapar do ataque porque gritou por socorro e alguns vizinhos perseguiram o homem, que correu em direção ao carro e fugiu. De acordo com o depoimento de vizinhos para a polícia, o suspeito chegou a ejacular na rua. 

Por fim, leia mais O Mariliense