Santa Casa cria atendimento especial durante os dias da Festa de Peão de Pompeia

A Santa Casa de Pompeia, o maior estabelecimento de saúde da cidade, criou uma programação de atendimento especial para os quatro dias de realização da 32ª Festa do Peão em Pompeia, considerado o maior evento municipal, de maior concentração de pessoas na cidade.

“Uma festa grandiosa que atrai centenas de pessoas de outras regiões e cidades”, reconheceu o provedor do hospital pompeiano, Alair Mendes Fragoso, que considerou oportuna a criação de um atendimento diferenciado nestes dias de grande quantidade de pessoas na cidade. “Admitimos mais médicos e enfermeiros e criamos um sistema direto entre o hospital e o recinto”, falou o dirigente em tom de preocupação.

A ideia da provedoria da Santa Casa de Pompeia é oferecer uma assistência médica, dentro das limitações do hospital. Segundo Alair Mendes Fragoso os casos mais complexos e que exijam mais atenção médica serão encaminhados até o Hospital das Clinicas de Marília, ou onde encaminharem.

“Mas o primeiro atendimento será com o nosso pessoal que vai estudar caso a caso”, falou ao preparar a equipe que estará no Recinto Mário Zaparolli, e também na própria Santa Casa de Pompeia. “Uma equipe estará com a ambulância no local do rodeio, e havendo a necessidade o atendimento é feito ali mesmo, e sendo mais grave vai para o hospital com mais recursos”, explicou ao contar com o apoio do Departamento de Higiene e Saúde (DHS) da Prefeitura de Pompeia, que está neste trabalho conjugado.

A Festa de Peão da cidade de Pompeia foi criada em 2017 e faz parte das festividades de aniversário do município, que completa dia 17 de setembro, mais um ano de emancipação política-administrativa. “Já são 84 anos”, recordou o provedor ao lembrar que mesmo havendo a festa do peão, as lojas do comércio da cidade estarão abertas das 9 às 15 horas.

“Isso quer dizer que o movimento no centro comercial será intenso durante o dia e à noite nas proximidades do recinto”, calcula o dirigente hospitalar ao reforçar a equipe médica, de enfermagem e técnicos para o atendimento especial diante do aumento da população nestes quatro dias com a festa sertaneja. “É o comércio, é a feira, é o rodeio e os shows musicais”, ressaltou ao mostrar preocupação com a assessoria médica.

Atualmente a Santa Casa de Pompeia conta na “Ala 1” com 12 quartos e 18 leitos, e na “Ala 2”, 11 quartos com 20 leitos. “Nossos quartos são padronizados, todos os leitos hospitalares com equipamentos modernos como camas apropriadas, aparelhos de ar condicionado e de televisão, bem como instalações das mais diversas com conexão de Internet, TV a Cabo, banheiros adaptados e acessibilidade em geral”, falou o dirigente ao colocar o centro cirúrgico para atendimento em casos bem simples, mas o setor de urgência e emergência está de prontidão.

“Ainda não conseguimos a ampliação do nosso centro cirúrgico, o que deve acontecer em breve, daí não será mais preciso levar para Marília na maioria dos casos emergenciais”, acredita o dirigente que espera, apesar de todo o esquema especial criado, não ser preciso utiliza-lo. “Preparado nós estamos, mas não queremos entrar em ação”, disse ao acreditar não ser preciso.

 

Por fim, leia mais O Mariliense