Veja como foi a 27ª rodada do Brasileirão para os clubes paulistas

Na capital cearense, Ceará e São Paulo entraram em campo com campanhas idênticas (31 pontos e seis vitórias). No entanto, nada deu certo para o Vozão e tudo fluiu bem para o Tricolor paulista no Castelão. Vitória por 2 a 0. Aos 22 minutos, Calleri, de cabeça, abriu o placar para o São Paulo após cruzamento de Patrick pela esquerda.

Ainda no primeiro tempo, Luiz Otávio derrubou o atacante argentino, em jogada inicialmente marcada como pênalti para a equipe paulista, com cartão amarelo para o defensor adversário. No entanto, após revisão no VAR, a marcação foi alterada para falta fora da área e o cartão amarelo virou vermelho.

Com um a menos, o Ceará foi valente em busca de pressionar o São Paulo. Mas na segunda etapa, não suportou jogar com dois a menos, já que Zé Roberto também foi expulso por entrada violenta em Diego Costa. Nos acréscimos, Bustos marcou e deu números finais à partida.

O São Paulo foi a 34 pontos, abrindo seis para a zona de rebaixamento. O Ceará tem 31. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o Avaí, no domingo (25), enquanto o Ceará visita o Coritiba três dias depois.

Palmeiras leva a melhor no clássico contra o Santos

Pode ser por apenas uma noite, mas o Palmeiras abriu distância ainda maior na liderança da Série A do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Santos, em casa, por 1 a 0, na noite deste domingo (18). Agora, o Verdão acumula 57 pontos, nove a mais que o Fluminense. O Internacional, que abriu a rodada como vice-líder, ainda joga nesta segunda-feira (19) contra o Atlético Goianiense e pode voltar a ficar a oito pontos de distância do líder. O uruguaio Miguel Merentiel marcou o gol do jogo.

O primeiro tempo do duelo no Allianz Parque foi de poucas oportunidades de gol. O Palmeiras rondou a área santista sem levar muito perigo. O Santos assustou em chute longo de Lucas Braga que Weverton defendeu.

O jogo foi um pouco mais movimentado na segunda metade. Aos 14 minutos, o Verdão ficou com dez em campo. Em contra-ataque, Soteldo avançava para a área palmeirense e foi parado por Danilo, que acertou a perna do meio-campo santista de maneira forte, sendo expulso diretamente.

No entanto, o fato de ter um jogador a menos não intimidou o Palmeiras, que chegou ao gol aos 31. Gabriel Menino cobrou escanteio pela direita, Murilo desviou com a barriga e encontrou Miguel Merentiel dentro da pequena área. O uruguaio dominou e girou para acertar um belo voleio e vencer o goleiro João Paulo.

O técnico Abel Ferreira também acabou expulso posteriormente por reclamação, mas o Peixe não tirou vantagem disso. Ao final, a maior parte dos 40 mil torcedores presentes comemorou a vitória do time da casa.

O compromisso seguinte do Palmeiras está marcado para o dia 28, quando duela com o Atlético-MG em Belo Horizonte. Na véspera, o Santos será o anfitrião diante do Athletico Paranaense.

Coelho bate o Timão e se firma ainda mais na parte de cima da tabela

No estádio Independência, em Belo Horizonte, o técnico Vitor Pereira resolveu poupar diversos titulares habituais, desgastados depois da partida contra o Fluminense, durante a semana, que rendeu a vaga na final da Copa do Brasil. O América, mandante da partida, aproveitou para fazer partida consistente e vencer por 1 a 0. O gol foi marcado por Juninho, aos 31 da segunda etapa. Cáceres cruzou pela esquerda, Mastriani cabeceou para o meio da área e Juninho, também de cabeça, completou para o gol. O resultado levou o Coelho aos 39 pontos, em oitavo lugar. O Timão parou nos 44, em sexto.

A próxima jornada reserva ao Corinthians um duelo com o Atlético-GO, no dia 28. Na mesma data, o América visita o Cuiabá.

 

Informações: Agencia Brasil

Por fim, leia mais O Mariliense