Semana Nacional do Trânsito traz campanha com foco em histórias reais e realidade virtual

Atividades que geram reflexão, emoção e informação darão o tom à Semana Nacional do Trânsito, que será realizada pela Entrevias Concessionária de Rodovias de 20 a 23 de setembro em Marília e em Ribeirão Preto.

Com foco na participação e interação com o usuário das rodovias, as dinâmicas serão executadas em dois postos de combustíveis localizados em trechos com alto fluxo de veículos e terão uma estrutura completa para receber os participantes, com ambientação visual e cartazes que remetem a temas relacionados ao trânsito e convidam à participação nas atividades propostas.

A iniciativa da empresa integra o Programa Vida em Movimento, de segurança viária da companhia, pelo qual diferentes atividades são realizadas durante o ano com o propósito de reduzir acidentes e prevenir incidentes ao longo dos 570 quilômetros de rodovias sob concessão da concessionária.

Sentir com o outro – ação empatia

O destaque da semana de trânsito deste ano será uma ação inspirada na mostra Museu da Empatia. Serão disponibilizados fones de ouvido com áudios de depoimentos reais de usuários de rodovias que sofreram acidentes de trânsito e de integrantes das equipes do atendimento de emergência da concessionária, com relatos emocionantes de resgate, atendimento médico e acionamento de recursos. Histórias emocionantes e cotidianas que ajudam a gerar reflexão e sentimento sobre a responsabilidade de cada um para um trânsito mais seguro. Haverá também objetos que remetem à situação vivida pelos usuários que fizeram os relatos, além de um mural para quem ouviu as histórias deixar o seu depoimento.

“Quando eu salvo uma pessoa, estou salvando a família toda. Não só a vítima, mas a mãe, o pai, o filho. Toda uma história que conecta aquelas pessoas. É muito gratificante o nosso trabalho”, diz Larissa Marcussi, médica intervencionista que atua na unidade de resgate de suporte avançado em uma das bases de atendimento ao usuário da SP-322 em Ribeirão Preto.

Dra. Larissa Marcussi

Entre tantas ocorrências ao longo de 15 anos de atuação, Larissa se recorda de um atendimento em que, junto com a equipe, pôde atuar rapidamente e assertivamente para evitar a morte de uma passageira que chegou a ser ejetada durante um acidente de carro. Por estar dormindo e com o banco deitado, mesmo usando o cinto de segurança, a mulher foi ejetada e só parou no acostamento, após o veículo em que estava aquaplanar. Ela ainda se machucou ao bater no mourão de uma cerca com arame.

A vítima, uma uruguaia de aproximadamente 21 anos na época do acidente teve uma séria lesão no quadril, afetando o trato gástrico e intestinal, além de diversas fraturas na coluna. Foi um longo período de internação, cerca de um ano e oito meses. Tempos depois, com a ajuda das redes sociais, a mulher que recebeu o atendimento foi pessoalmente, no dia do aniversário da médica, agradecê-la pelos cuidados. “Ela chegou na minha casa perfeita, andando e neurologicamente bem. Além disso, estava com cicatrizes bem discretas, o que era importante, pois trabalhava como modelo. Foi o melhor presente que poderia ganhar”, recorda. Anos depois, Larissa soube que ela havia voltado para o país de origem e decidido cursar medicina.

Além do depoimento da médica, há relatos de outros funcionários da concessionária, que relembram situações emocionantes, e de vítimas do trânsito que tiveram um final feliz, apesar das experiências traumáticas.

Marcos Almeida de Oliveira, caminhoneiro

É o caso do caminhoneiro Marcos Almeida de Oliveira, 40 anos, de Uberlândia – MG, sobrevivente de um grave acidente que resultou na morte de outros dois caminhoneiros na Rodovia Anhanguera, em Orlândia, no dia 9 de agosto, em uma colisão envolvendo três caminhões que pegaram fogo. O acidente ocorreu quando um dos caminhões perdeu o controle, atravessou o canteiro e bateu frontalmente em outras duas carretas. Marcos lembra de avistar o forte farol vindo em sua direção e que só teve tempo de desviar um pouco o caminhão que dirigia para não bater totalmente de frente.

“Na colisão, fui arremessado para o lado do passageiro, fiquei um pouco tonto, mas consegui abrir a porta e saltar do caminhão, que já estava em chamas. Me queimei um pouco também. Cheguei a escutar um dos motoristas pedindo socorro em meio às chamas, mas não havia como salvá-lo”, recorda. “É um piscar de olho e uma tragédia pode acontecer”, alerta o caminhoneiro, que ainda se recupera emocionalmente.

Simulado de acidentes

Para tornar completa a experiência dos participantes da Semana Nacional do Trânsito, a Entrevias também disponibilizará óculos simuladores, pelos quais os usuários poderão imergir em simulação de acidentes causados pelo uso de álcool e sono ao volante, promovendo a reflexão sobre maus hábitos de condutores.

Conscientização interna

A concessionária também realizará atividades para conscientizar e engajar os seus cerca de 700 colaboradores. As atividades acontecem no dia 19, com teatro, distribuição de brindes e utilização do óculos simulador, e no dia 22, com uma palestra on-line sobre segurança viária, com a participação da Transerp.

A programação terá distribuição de material educativo para prevenção de acidentes e ambulância com aferição de pressão arterial.

 

Por fim, leia mais O Mariliense