Setembro Amarelo: Como exercícios físicos trazem benefícios à saúde mental

O mês de setembro é marcado por pautas que trazem a tona a conscientização e o combate contra o suicídio. Por conta de uma campanha realizada pelo CVV (Centro de Valorização a Vida), o mês passou a ser conhecido como Setembro Amarelo. Uma forma de trazer benefícios à saúde mental e combater os sintomas da depressão e da ansiedade é a prática de exercícios físicos. 

Há uma série de ganhos, não apenas para o organismo, mas também para a saúde mental dos praticantes. Melhora na qualidade do sono, redução do estresse e alívio dos sintomas ligados a transtornos mentais estão entre os benefícios que vão além dos ganhos palpáveis.

Inúmeros estudos relatam os benefícios relacionados à prática de exercícios físicos, como é o caso de uma pesquisa realizada na Universidade de Gotemburgo, na Suécia, que observou que tanto exercícios moderados quanto extenuantes servem para aliviar sintomas relacionados à ansiedade, mesmo em casos crônicos. A endorfina e a serotonina liberadas ao realizar uma atividade física também trazem uma sensação de bem-estar e causam melhorias no humor das pessoas, servindo como forma de prevenir doenças que levam ao suicídio. 

Outro aspecto que melhora bastante com a prática recorrente de exercícios é a qualidade do sono. Praticar treinos curtos pela manhã ou à tarde ajuda a proporcionar noites melhores de sono, pois a atividade auxilia na regulação do relógio biológico. Outro motivo para as melhorias se dá por conta da elevação da temperatura corporal causada pelos exercícios que produzem efeitos calmantes na mente, proporcionando não só a redução no estresse, mas também aliviando as preocupações que ocorrem momentos antes de nos deitarmos. 

Os maiores impeditivos que as pessoas encontram para a prática de exercícios físicos estão no pré-treino e na motivação para poder iniciar ou dar sequência em uma rotina saudável. Praticar exercícios em ambientes com equipamentos e professores capacitados, como em academias, estúdios de pilates ou box de crossfit, pode proporcionar uma experiência mais confortável para os praticantes. É o que destaca Antonio Maganhotte Junior, CEO da Tecnofit, plataforma líder no mercado de gestão focada no segmento fitness e bem-estar, ao esclarecer que tecnologias que estimulam e melhoram a experiência dentro destes ambientes proporcionam maior incentivo para os alunos.

“Espaços fitness como academias, box de crossfit e estúdios permitem a convivência entre pessoas, e isso por si só já traz benefícios ao bem-estar. Mas quando eles oferecem possibilidades para estender essa interação através de um aplicativo, por exemplo, o aluno, além de estar mais próximo do seu professor, pode ainda visualizar seu treino e acompanhar seu progresso, algo que também o estimula a prática de atividade física com mais comodidade”, finaliza.

 

Por fim, leia mais O Mariliense