Fibromialgia: doença pode levar a um estado de depressão profunda

A fibromialgia é uma doença reumatológica que afeta a musculatura causando, sobretudo, dor. Alcança mais de 150 milhões de pessoas ao redor do globo, sendo quatro milhões somente no Brasil.

Por tratar-se de uma síndrome, ou seja, um conjunto de sintomas, outras manifestações podem estar associadas, como: 

  • Distúrbio do sono;
  • Alteração de humor;
  • Fadiga;
  • Instabilidade emocional;
  • Ansiedade.

 “Tais sintomas podem, inclusive, levar o paciente a um estado de depressão profunda”, explica o Dr. Evanir Carvalho, Reumatologista do Hospital Albert Sabin (HAS).

As causas são as mais variadas, contudo, a origem pode ser causada por dores físicas, psicológicas ou até por elementos associados à regulação neuroquímica.

“Isso porque o mecanismo da formação e perpetuação da dor envolve, principalmente, a deficiência de serotonina, que é um neurotransmissor produzido durante a fase profunda do sono ou através da atividade física aeróbica”, diz o Dr. Carvalho.

Ou seja, o indivíduo que dorme mal e/ou não se exercita fica sensível à dor, desencadeando essa e uma série de outras doenças.

Portanto, o tratamento da fibromialgia envolve mudanças de hábitos do paciente, com a inclusão de exercícios físicos e melhora substancial do sono. Em alguns casos, o uso de medicamentos também é indicado. 

“O principal é nunca aceitar que a dor não tem tratamento, se acostumar com ela. Ao notar os primeiros sintomas, a pessoa deve sempre procurar um reumatologista. Esse especialista saberá interpretar individualmente cada paciente e devolver a qualidade de vida ao portador de fibromialgia”, finaliza o médico do HAS.

 

Por fim, leia mais O Mariliense