Raízes da africanidade é tema de formação continuada oferecida aos professores de EMEF

A Prefeitura promoveu na noite do último dia 29 de setembro a palestra “Africanidades: trajetória dos negros no Brasil”, reunindo 220 profissionais das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) que integram o Sistema Municipal de Ensino de Marília: docentes de 4º e 5º anos, professores de Educação Física, diretores, auxiliares de direção e docentes em regime de dedicação parcial.

O evento ocorreu no Anfiteatro da Reitoria da Unimar durante a HEC (Horas de Estudo Coletivo) da semana, tendo como objetivo contribuir para a formação continuada dos profissionais que atuam nas escolas municipais, fomentando a formação cidadã e profissional desses acerca da história e da cultura africana.

A palestra foi ministrada por Natanael dos Santos, professor, escritor e um dos fundadores do Núcleo de Estudos da Cultura Negra da Universidade de Campinas (UNICAMP). 

Fundamentado nas raízes da africanidade foi proporcionado ao público presente a edificação de conceitos afirmativos sobre o africano e o afro-brasileiro, ressaltando a contribuição dessa nação para o desenvolvimento econômico, social e cultural da atualidade, resultando na criação de referências que deslocam o negro do papel de escravo para um participante ativo e importante na evolução da sociedade.

Um dos pontos altos do evento foi a apresentação musical do “Quinteto Liberdade, Liberdade”, sendo oportunizado aos presentes o contato direto com alguns instrumentos africanos (tumbadora, agogô, xequebom, pandeiro, tamborim entre outros). 

O professor Natanael orientou os participantes a tocá-los de acordo com o ritmo do coração, pois “um som que ouvimos quando estamos no ventre não é esquecido, apenas está adormecido”, enfatizou o palestrante.

“A iniciativa de nos proporcionar uma formação com um tema tão atual foi muito assertiva. Foi uma palestra muito envolvente e dinâmica, nos presenteando com o melhor espetáculo musical que já tive a oportunidade de apreciar. Acredito que a todos os presentes foram impactados positivamente sobre a temática abordada e saíram com a vontade de aprender mais sobre o continente africano para enriquecer as aulas de História e Geografia.”, relata Flávia Spada, professora de 4º ano da EMEF “Profª. Nicácia Garcia Gil”.

A efetivação de ações pedagógicas eficazes que privilegiam alunos e professores como protagonistas do processo de ensino-aprendizagem é o objetivo primordial de todo o trabalho desenvolvido pela equipe pedagógica que atua na Secretaria Municipal da Educação sob a gestão do Secretário Helter Bochi e, portanto, sessões diversificadas de formação estão sendo cada vez mais proporcionadas aos docentes das escolas municipais.

 

Por fim, leia mais O Mariliense