Procon de Marília dá dicas para solucionar problemas com as compras do Black Friday

Passado o período de Black Friday, muitos consumidores acabam se deparando com problemas referentes a atrasos ou não entrega dos produtos, produtos entregues diferentes daqueles que foram anunciados ou mesmo o não reconhecimento da compra por consequência de pagamentos de boletos falsificado, caindo em golpes, especialmente nas compras pela internet.

O ambiente criado com ofertas ditas especiais e o consumo estimulado ao extremo, tira do consumidor a possibilidade de analisar de maneira criteriosa tudo o que envolve a relação de consumo e facilita a ocorrência de uma série de problemas ao consumidor,

No PROCON Municipal de Marilia, em torno de 40% dos atendimentos realizados mensalmente, de alguma maneira se relaciona com o ambiente virtual.

Segundo Guilherme Moraes, Diretor do PROCON em Marília, apesar de muitos consumidores aguardarem essa data e elegerem este, como o melhor momento para realizar as suas compras, é preciso tomar muito cuidado para não ser vitima de golpes, como por exemplo, o golpe do boleto falso.

Boleto falso

Há uma enormidade de sites falsos que permitem o pagamento apenas por boleto ou PIX, para facilitar o golpe, mas um detalhe no boleto pode ajudar a se livrar do golpe. Para essa situação, é necessário, antes de realizar o pagamento ou formalizar a transferência PIX, que o consumidor verifique o nome do destinatário. Em hipótese nenhuma, devemos realizar pagamentos em nome de pessoas físicas ou em nome diferente daquele da empresa que estamos negociando.

Como Resolver? É necessário que o consumidor comunique a fraude a autoridade policial, registrando Boletim de Ocorrência que deverá ser apurada a pratica criminosa. Em posso do registro, o consumidor deverá comunicar o banco que ocorreu a emissão do Boleto, além de tentar, por meio de seu banco, o bloqueio dos valores usados para o pagamento.

PRODUTO ENTREGUE DIFERENTE DO ADQUIRIDO

Muitas empresas dimensionam as qualidades dos produtos em seus sites de Internet visando induzir o consumidor a erro e assim facilitar a negociação e por consequência a compra daquele produto. Porém sempre que o produto entregue não cumprir com todas as funções que foram apresentadas antes da compra, o consumidor pode, a sua livre escolha, se arrepender daquela aquisição no prazo de 7 dias contados da data do recebimento do produto.

Como Resolver? É necessário que o consumidor comunique o problema à empresa responsável pela venda e solicite a abertura de um registro que visa retirar da posse do consumidor o produto vendido de maneira enganosa. Importante salientar que, caso o consumidor desista da compra, nos termos do artigo 49 do código de defesa do consumidor, não poderá ser cobrado nenhum valor, a qualquer título do consumidor arrependido.

NÃO CUMPRIMENTO DO PRAZO DE ENTREGA

O prazo de entrega é uma das condições essenciais que devem ser observadas nas vendas online, especialmente. Descumprir o prazo de entrega configura infração administrativa passiva de multa por parte dos órgãos de defesa do consumidor e determina que este possa exigir o seu cumprimento forçado (entrega) ou o cancelamento da compra com direito a restituição de todo o valor pago. Importante salientar que a opção de cancelamento, troca de produto a ser entregue ou concessão de prazo adicional de entrega é única e exclusiva do consumidor e assim a empresa deverá se curvar à solicitação apresentada pelo adquirente.

Como Resolver? É necessário que o consumidor comunique o problema pelos canais oficiais da empresa que realizou a venda, anotando o número do protocolo e apresentando a sua opção de exigência nos termos estabelecidos pelo artigo 35 do código de defesa do consumidor.

Reclamações no PROCON em Marília

O PROCON em Marília esta atendendo presencialmente em sua sede estabelecida a Avenida das Indústrias, 294 em horário normal (das 08h00 as 17h00), além de destacar toda a sua equipe de fiscalização para o monitoramento do comércio local. Há também possibilidade de sanar duvidas e solicitar informações pelos canais não presenciais de atendimento: e-mail procon@marilia.sp.gov.br e Facebook https://www.facebook.com/mariliaprocon.

O consumidor também poderá registrar as suas reclamações na plataforma da Fundação PROCON-SP pelo link https://consumidor2.procon.sp.gov.br/login.

 

Por fim, leia mais O Mariliense