Família Unipessoal deve atualizar dados do Cadastro Único

Em razão da grande quantidade de famílias unipessoais cadastradas ou que tiveram seus dados atualizados após novembro de 2021, o Ministério da Cidadania decidiu fazer uma ação de checagem da composição familiar.

As famílias incluídas na Averiguação Cadastral Unipessoal são famílias unipessoais, ou seja, compostas apenas por uma pessoa.

Esse público inclui famílias beneficiárias dos programas Auxílio Brasil, Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC). 

Além disso, inclui também famílias cadastradas que não são beneficiárias de nenhum desses programas sociais, mas que foram identificadas como unipessoais.

O objetivo da ação de averiguação cadastral é verificar se a família é realmente unipessoal. Para isso, o município deverá responder um questionário específico disponível no Portal Cadastro Único (https://cadunico.dataprev.gov.br/portal/), em que informará ao Ministério da Cidadania o resultado da apuração feita junto à família, seja após solicitar o comparecimento ao posto de atendimento do Cadastro Único ou após realizar visita domiciliar. 

Ressalta-se que devido ao grande número de famílias apontadas no processo de Averiguação Cadastral Unipessoal e, para melhor atender aos usuários, o município adotou o protocolo de realizar o atendimento apenas mediante agendamento prévio. Para realizar o agendamento, as famílias devem entrar em contato por meio do número (14) 3434-1840, de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 16h30 e marcar horário para o atendimento qualificado com um técnico do município.

Wania Lombardi, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social e gestora do Cadastro Único em Marília, ressaltou a importância das famílias se atentarem aos prazos estabelecidos pelo Governo Federal para a realização da atualização cadastral e agendarem o atendimento o quanto antes.

“Solicitamos que as pessoas que realizaram a inscrição no Cadastro Único declarando que moravam sozinhas atualizem seu cadastro, o mais rápido possível, visando evitar o impedimento na liberação do benefício, bloqueio e até mesmo a exclusão do cadastro”, afirmou a secretária.

 

Por fim, leia mais O Mariliense