O Papa Francisco celebrou neste sábado (24) o Natal junto com milhões de católicos de todo o mundo. Conduzindo o 10º Natal de seu pontificado, o Papa realizou uma solene missa de véspera de Natal na Basílica de São Pedro, a primeira desde o início da pandemia com capacidade para cerca de 7 mil fiéis. Do lado de fora, na Praça de São Pedro, aproximadamente 4 mil pessoas também participaram.

Sentado ao lado do altar na maior parte do tempo, devido à um problema no joelho que o impede de ficar em pé por muito tempo, Francisco fez sua homilia falando sobre o tema ganância e o consumo em vários níveis. Ele pediu aos fiéis para que olhem além do consumismo que tem envolvido a festa de Natal por muitos anos e que redescubram o seu verdadeiro significado, além de se lembrarem daqueles que sofrem com a guerra e a pobreza.

“Quantas guerras já vimos e em quantos lugares, ainda hoje, a dignidade e liberdade humanas são tratadas com desprezo”, disse.

Francisco lembrou ainda que os mais prejudicados com as guerras são aqueles mais pobres e também falou sobre o sofrimento de crianças que ficam no meio de tanta disputa por poder.

“Como sempre, as principais vítimas desta ganância humana são os fracos e os vulneráveis”. 

“Penso sobretudo nas crianças devoradas pela guerra, pela pobreza e pela injustiça”, disse também se referindo as crianças “nascituras, pobres e esquecidas”.

Ele pediu ainda que as pessoas olhem para a vida e para a política com os “olhos das crianças”.

No início de dezembro, Francisco pediu para que os fiéis gastassem menos com presentes e celebrações neste ano, para que pudessem enviar a diferença para os ucranianos que sofrem atualmente com a Guerra pudessem passar o inverno.

Neste domingo o Papa entrega sua benção e sua mensagem para a cidade e para o mundo bianuais do balcão central da Basílica de São Pedro.