Corpos de vítimas de afogamento no Rio Tietê são velados em Sumaré

Quatro corpos, das cinco vítimas do afogamento no Rio Tietê, já estão sendo velados desde a noite desse domingo (25), na Escola Municipal Neusa de Souza Campos, na cidade de Sumaré, na região de Campinas.

Os corpos de Emily Camile Dias da Silva, de 3 anos; Nicolly Luize Dias da Silva, de 9 anos; Cynthia Silva dos Santos, de 25 anos; e Denise Aparecida Dias da Silva, de 51 anos (avó das meninas, mãe de Kervellin e sogra de Cynthia) foram encontrados ainda no sábado (24), quando a tragédia aconteceu.

O Instituto Médico Legal (IML) de Jaú liberou os corpos das vítimas ainda no domingo, quando o velório começou por volta das 20h30.

Já o corpo de Kervellin Wallace da Silva, de 29 anos, pai das meninas, foi localizado somente na tarde de ontem (25) e segue no Instituto Médico Legal (IML) de Jaú, à espera de traslado para Sumaré, o que deverá acontecer ainda hoje (26).

As cinco pessoas da mesma família se afogaram no sábado (24), véspera de Natal, enquanto brincavam no Rio Tietê. Eles possuem um rancho entre Dois Córregos e Mineiros do Tietê e a expectativa era passar as festas de fim de ano no local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma das crianças se distanciou do grupo e foi para uma parte mais funda do rio, quando começou a se afogar. As outras vítimas tentaram ajudar, mas também acabaram se afogando. Segundo o único sobrevivente, Manoel de Oliveira, marido de Denise e avô das crianças, os familiares caíram em uma espécie de “poço” dentro do Rio Tietê e ele também tentou ajudar, mas não conseguiu e somente ele acabou conseguindo sair da área mais profunda.

Os sepultamentos das vítimas ocorrerão ainda nesta segunda-feira (26), no Cemitério da Saudade em Sumaré. O horário ainda não foi confirmado.

Informações: G1

Por fim, leia mais O Mariliense