Começa nesta segunda o “Projeto Melhor Horário para o Trabalhador”, com atendimento noturno nas UBSs

Começa nesta segunda-feira (23), a partir das 17h, o Projeto “Melhor Horário para o Trabalhador”, com o atendimento noturno nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) em Marília.

Com esse projeto, algumas unidades de saúde darão início ao atendimento noturno, com o objetivo de desafogar as duas unidades de pronto atendimento – PA Sul e UPA Norte -, que funcionam 24 horas, mas que têm grande demanda, principalmente após as 17h quando as unidades de saúde fecham.

Nesta segunda o Melhor Horário para o Trabalhador já acontecerá na UBS Nova Marília, que fica na Rua Mem de Sá, 360, que terá esse 3º turno de atendimento à população, contando com três médicos – dois clínicos gerais e um pediatra -, além da equipe de enfermagem.

De acordo com a Prefeitura de Marília e a Secretaria Municipal de Saúde, o projeto será expandido em breve para outras três unidades, abrangendo assim as quatro regiões da cidade. São elas: UBS Chico Mendes (Rua Amador Bueno, 1.085), UBS Santa Antonieta (Rua Berta de Camargo Vieira, 595) e UBS São Judas Tadeu (Rua Ribeirão Preto, 510).

O prefeito Daniel Alonso destacou a importância do Melhor Horário para o Trabalhador. “Com a ampliação do horário dessas unidades, a gente cria essa nova opção de atendimento à população para os casos que não são urgências e nem emergências, deixando assim o PA Sul e a UPA Norte somente para essas situações e, consequentemente, diminuindo o fluxo nessas duas unidades de pronto atendimento. Vamos começar esse projeto pela Nova Marília, mas em breve teremos uma unidade em cada região da cidade atendendo até as 22h.”

O secretário adjunto da Saúde, Dr. Osvaldo Ferioli Pereira, explicou os serviços que serão oferecidos no Melhor Horário para o Trabalhador. “Serão procedimentos básicos, como aferição de pressão arterial, controle glicêmico com prescrição, administração de medicamentos com prescrição, curativos, aplicação de vacinas, coleta de papanicolau, entre outros; além dos atendimentos médicos pelo clínico geral ou pediatra. Caso houver a necessidade de um atendimento de urgência ou emergência, o paciente será transferido para o PA Sul ou para a UPA, que funcionam 24 horas. Essa iniciativa do prefeito Daniel ampliará o acesso da população para atendimentos de baixa complexidade, isto é, não urgentes”.

 

Por fim, leia mais O Mariliense